25 Abr 2021
Projetos Especiais

Alunos do AE D. Maria II distinguidos numa mostra de ciência internacional, Rússia.

O projeto teve como objetivo, conseguido, o desenvolvimento de um sistema integrado de deteção e alerta de radiações ionizantes, representando Portugal no “Virtual Forum Step Into The Future 2021”, o qual reuniu virtualmente mais de mil jovens cientistas vencedores de concursos nacionais de 23 países da Europa, Ásia e África. Sob a orientação do professor Julio Bigas, coordenador do clube Ciência Viva da Escola Secundária D. Maria II, o trabalho obteve o 3º prémio na área das engenharias.

 

Recorde-se que o projeto foi um dos premiados na 12ª Mostra Nacional de Ciência, organizada pela Fundação da Juventude, com o apoio da Ciência Viva e da Presidência da República, que decorreu entre 26 e 27 de novembro de 2020. Os alunos foram também selecionados para representar Portugal na 32ª Final Europeia do EUCYS 2021 (Concurso Europeu para Jovens Cientistas) em Salamanca, Espanha, que decorrerá entre 15 e 20 de setembro de 2021. Os participantes no EUCYS competem por prémios monetários (entre 3500 a 7000 euros) e, ainda, vários prémios de honra e altas distinções atribuídas por instituições científicas Europeias. A avaliação dos projetos a concurso é feita por um júri composto por cientistas de topo de várias universidades e centros europeus de referência.

 

Rita Matos, Hugo Remelgado e Hugo Costa são os alunos que deram corpo ao projeto, trabalho iniciado no 10º ano quando ingressaram na Escola Secundária D. Maria II. Estão de parabéns. Para além do professor coordenador, o projeto teve o acompanhamento do professor José Carlos Ramalho da Universidade do Minho, e por Filipa Ferraz, aluna de doutoramento do centro de investigação Algoritmi.

 

Com o objetivo central de controlar a exposição às radiações ionizantes, o trabalho da Rita Matos, Hugo Remelgado e Hugo Costa apresenta um sistema de deteção e análise destas radiações de fácil utilização, que analisa em tempo real a exposição a radiações nocivas e alerta o utilizador quando o limite diário for atingido. O sistema integra um detector desenvolvido de raiz na plataforma Arduino e comunica com uma aplicação móvel que analisa e regista todas as sessões de trabalho. O resultado é um protótipo revolucionário e tem a finalidade de reduzir os riscos de saúde associados ao trabalho em área profissionais ligadas à saúde.

 

Parabéns, mais uma vez, a todos os envolvidos no projeto, em especial à Rita Matos, Hugo Remelgado e Hugo Costa.

Link da participação dos nossos alunos (a partir da 1h 50 min)

Link da entrega de prémios (aos 35 min)

Notícias Relacionadas

6 Maio 2021
Projetos Especiais
O AE D. Maria II apresenta a história de Luzia, escrita por Pedro Seromenho e ilustrada por Elias Gato em Língua Gestual Portuguesa.
25 Abr 2021
Projetos Especiais
Tendo como tema a "Igualdade de género - modelos não violentos de masculinidade", a 1ª Sessão do Webinar "Um Futuro Promissor" foi bastante esclarecedora e contou com a presença [...]